Intenção de investimentos da indústria do DF é a menor do ano

Pelo segundo mês seguido, a atividade industrial no Distrito Federal ficou em queda. A produção registrou 49,6 pontos em abril, de acordo com a última Sondagem Industrial. Embora o valor tenha se mantido abaixo da linha dos 50 pontos, foi mais alto do que no mês anterior, quando marcou 48,2 pontos.

O nível de emprego na indústria se manteve na casa dos 46 pontos pelo quarto mês consecutivo e passou de 46,9 pontos em março para 46,4 em abril. Já a utilização da capacidade instalada teve resultado positivo no quarto mês do ano: 65%.

A queda da produção e a redução do emprego levaram os empresários a reavaliar as perspectivas. As expectativas para os próximos meses foram revistas para baixo. O indicador de demandas passou de 63,2 pontos em abril para 59,3 em maio. Já o de emprego passou de 57,2 pontos para 54,5.

A intenção de investimentos, por sua vez, seguiu em recuo e saiu de 35,5 pontos em abril para 32,1 em maio. A diferença é de 11,9 pontos em relação a maio de 2018.

A Sondagem Industrial do DF é realizada mensalmente pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) e pelo Instituto Euvaldo Lodi do DF (IEL-DF), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O último levantamento ocorreu de 1º a 13 de maio.

Texto: Samira Pádua
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisa

banner indicadores

epilepsia fibra

banner pro site catalogo