• 1
  • 2

startups2corpo

Mais uma grande oportunidade para os empresários ou futuros empresários da cidade: o Governo de Brasília lançou, na noite de terça-feira (12), o 2º Edital Startups Brasília, programa que visa fomentar tecnologias inovadoras desenvolvidas por empresas de base tecnológica do DF. Os projetos podem ser submetidos à FAP-DF até o dia 02 de agosto e os primeiros resultados serão divulgados no dia 23 do mesmo mês.

O evento foi realizado no mezanino da Torre de TV e contou com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg e de representantes de entidades que apoiam o programa, como a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), o Sebrae-DF, a Associação Brasileira de Startups e Empreendedores Digitais (Asteps), a Secretaria da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais, e a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Durante o lançamento, Rodrigo Rollemberg destacou a importância de unir entidades de diversos setores a fim de implantar um novo modelo de desenvolvimento na cidade, baseado no conhecimento e na tecnologia. “A Fibra tem sido uma grande parceira, juntamente com o Sebrae e as universidades, e nós temos que buscar fazer uma interação cada vez maior desses conhecimentos com o objetivo de produzir novos conhecimentos. Não há nada mais motivador do que chamar a juventude que tem criatividade, inquietação e que quer construir novas plataformas para oferecer serviços e produtos melhores para a sociedade”, afirmou.

Já o presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, ressaltou a eficácia da primeira edição do programa, realizada em 2015. “Para a Fibra é uma honra apoiar pelo segundo ano consecutivo um evento que deu muito certo. Falar em inovação e, especificamente, em Startups é muito gratificante e nós fazemos questão de participar, apoiar e colaborar com projetos que contribuam de forma direta com o desenvolvimento da cidade”.

Em 2015, o Startups Brasília recebeu 375 projetos. Deste total, 42 foram contemplados com valores de até 200 mil reais. Para a o edital deste ano, estão sendo disponibilizados R$5 milhões, sendo que cada ideia inovadora pode receber o apoio de até R$150 mil. O edital é destinado a microempresas ou empresas de pequeno porte brasileiras, incluindo Microempreendedor Individual (MEI), de base tecnológica, com sede no Distrito Federal, que pretendam introduzir novidade ou aperfeiçoamento no ambiente produtivo ou social. Também podem participar pessoas físicas com vínculo direto na condição de sócio ou proprietário com empresa emergente de base tecnológica, sediada no DF.

Para o presidente da Associação de Startups e Empreendedores Digitais (Asteps), Hugo Giallanza, o edital de 2015 trouxe resultados muito positivos e a expectativa é de que, neste ano, as empresas contempladas utilizem o fomento para produzir projetos ainda mais inovadores. “Existe uma necessidade latente que chega a ser uma demanda reprimida há alguns anos. Vemos muitos jovens querendo empreender, mas não têm apoio porque o ecossistema local não era maduro o suficiente para suportá-los. Com o Startup Brasília, nós conseguimos apoiar mais de 40 empresários no ano passado que já estão produzindo, empregando pessoas e devolvendo a cidade o que foi investido. O programa é um benefício para toda a população, pois tudo o que é investido retorna em forma de melhorias na qualidade de vida, produtividade e sustentabilidade local”, explicou Hugo.

O Edital 09/2016 - Seleção Pública de Propostas para Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico ou de Inovação em Empresas Emergentes de Base Tecnológica - STARTUPs BRASÍLIA foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Segundo o documento, a prioridade para escolha será de projetos de desenvolvimento de produtos (bens e serviços) ou de processos inovadores que transformem ideias inovadoras em empreendimentos potencialmente sustentáveis e que incorporem novas tecnologias, nas seguintes áreas: Administração Pública (Governo Eletrônico-eGOV), Agronegócios, Alimentos, Biotecnologia, Cidades Saudáveis, Educação, Energia Renovável, Meio Ambiente, Mobilidade Urbana, Nanotecnologia, Saúde e Bem Estar, Segurança Pública, Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Tecnologia Industrial Básica (TIB).

Para consultar o edital completo e todas as informações sobre o programa, clique aqui.

Aline Porcina
Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra)
Telefone: (61) 3362.6127
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Fotos: Cristiano Costa/Sistema Fibra


menu multimidia 01
menu multimidia 02
menu multimidia 03
menu multimidia 04

Realização

logomarca fibra