Notícias

CIN-DF auxilia empresas em planejamento para exportação

unnamed

Para que o processo de exportação seja realizado de forma bem sucedida, é necessária a elaboração prévia de umplano estratégico de exportapara a empresa. Para tanto, o Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) realizou, nesta quinta-feira (16/03), um treinamento sobre o assunto, para proporcionar aos participantes uma visão ampla e estruturada deste planejamento. De forma clara e objetiva, o curso teve uma abordagem prática, pautada nas experiências vividas pela consultora da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Deise Quevedo Bastos.

A consultora tratou de temas que buscavam estimular os participantes a refletir sobre a internacionalização. "Antes de a empresa iniciar uma exportação, é preciso que ela faça uma análise interna criteriosa, para ter a certeza se tem condições de iniciar este serviço", salienta Deise.Para tanto é necessário ter consciência se a empresa dispõe de capacidade produtiva para atendimento às demandas e, principalmente, se o produto dela é bem aceito no novo mercado ou se há a necessidade de adaptação. "É importante saber que o mercado exterior é extremamente exigente. Então, não aceitam falhas. É preciso ter conhecimento das necessidades dos consumidores de lá, para saber se o seu produto terá saída", completa.

De acordo com dados divulgados pelo Sebrae, em 2014, os pequenos negócios respondiam por mais de um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. São cerca de 9 milhões de micro e pequenas empresas no país que, juntas, representam 27% do PIB. No PIB da indústria, a participação das micro e pequenas empresas (22,5%) já se aproxima das médias empresas (24,5%). Em valores absolutos, a produção gerada pelas micro e pequenas empresas de todo o país quadruplicou em dez anos, saltando de R$144 bilhões, em 2001, para R$ 599 bilhões, em 2011, em valores da época.

O proprietário da pequena empresa Amazon Cacau, José Carlos Belati, avalia a iniciativa do CIN-DF como de extrema importância para o preparo da empresa na exportação. Além disso, ele elogia as inciativas realizadas pela instituição por proporcionarem uma melhor orientação e direcionamento para que as empresas adaptem o produto a ser enviado ao mercado internacional. Essa ação vai, sobretudo, nortear a empresa para as mudanças administrativas, de forma que estejam capacitadas para as demandas advindas do novo serviço. “É bom saber que temos o apoio do CIN na internacionalização. Essas palestras orientam a gente por onde começar e o que fazer para iniciar na exportação. É um suporte para nos prepararmos para este novo serviço da nossa empresa", finaliza Belati. 

Projeto Inseri

A capacitação é proveniente do convênio firmado entre a CNI e o Sebrae Nacional. O projeto Inserção Internacional Competitiva de Pequenos Negócios (INSERI) prevê ações para a promoção da internacionalização, com foco em atendimento à Micro e Pequenas Empresas brasileiras. Por meio de palestras, cursos e workshops,prospecções de mercado e missões prospectivas no exterior a iniciativa tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das empresas, com foco na competitividade e na inserção internacional de empresas.

 

Texto: Gabriela Soares

Foto: Cristiano Costa

Assessoria de Imprensa do Sistema Fibra

aplicativo conexao rt

cartilha esocial

BANNER CARTILHA LIXO 250x170px

banner pro site catalogo

Fibra News