Notícias

Trajetória de confiança do empresário industrial do DF é interrompida

Após 15 meses consecutivos de otimismo, o empresário da indústria brasiliense volta a mostrar-se inseguro com as situações econômicas do País e do Distrito Federal e com o próprio negócio. O Índice de Confiança do Empresário Industrial do DF (Icei-DF) recuou 0,6 ponto de junho (50,3) para julho (49,7), ficando abaixo da linha divisória dos 50 pontos, o que sinaliza falta de confiança. Na comparação com julho de 2017, o índice caiu 2,5 pontos.

Em junho, o Icei-DF já tinha caído 6,8 pontos em relação a maio, especialmente por causa da paralisação do transporte rodoviário de cargas, que prejudicou a indústria nacional. “Depois de uma queda tão significativa no mês passado, era esperado que a confiança não se recuperasse de imediato. Além disso, o tabelamento do frete não soluciona o problema do transporte de cargas: impede a negociação e a consequência natural é o aumento do custo. Isso deixa o industrial inseguro”, diz o presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Jamal Jorge Bittar.

Duas variáveis compõem o Icei-DF: as condições atuais e as expectativas para os próximos meses. Os industriais são questionados sobre suas percepções quanto à economia nacional, à economia do DF e à própria empresa. O levantamento é realizado pela Fibra, em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL-DF) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados da última pesquisa foram coletados de 2 a 12 de julho.

A perda da confiança deveu-se à piora das condições atuais. Em julho, esse indicador ficou em 40,2 pontos – recuo de 1,2 ponto na comparação com junho. A percepção do industrial é negativa quanto às economias brasileira (38,8 pontos) e local (36,5), assim como sobre seu próprio negócio (41,2).

Expectativas
Apesar do quadro desfavorável, as expectativas para o período que vai até o fim do ano se mantiveram otimistas. O indicador fechou o mês em 54,4 pontos. Só as perspectivas quanto à economia brasileira ficaram abaixo da linha divisória: 49,6 pontos. As expectativas sobre a economia do DF (50,3 pontos) e sobre a própria empresa (57,1) seguem positivas.

Veja o Icei-DF de julho.

Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisa

banner indicadores

escritorio projetos IEL

epilepsia fibra

banner pro site catalogo