Notícias

Produção industrial em maio foi a maior para o mês desde 2011

Em maio, a produção industrial do Distrito Federal apresentou crescimento na comparação com abril, após dois meses de queda, de acordo com a última Sondagem Industrial. O indicador de evolução da produção passou de 49,6 pontos em abril para 52,9 em maio – aumento de 3,3 pontos. Foi o melhor resultado do mês desde 2011, quando o indicador alcançou 60,4 pontos.

A utilização da capacidade instalada, por sua vez, teve o melhor resultado do ano: 68% – aumento de 3,3 pontos percentuais na comparação com abril. Apesar dos dados positivos de produção e de menor ociosidade do parque fabril, o mercado de trabalho e as intenções de investimentos ainda não foram positivamente afetados. Em relação às expectativas para os próximos seis meses, tanto as perspectivas de aumento de demanda e de números de empregos foram mais otimistas do que na pesquisa passada. O indicador de perspectivas de demanda cresceu 2,7 pontos.

O indicador de nível de emprego, após quatro meses de relativa estabilidade, registrou recuo e alcançou 45,7 pontos em maio – redução de 0,7 ponto em relação a abril. Quando se compara com o mesmo período do ano anterior, houve aumento de 3,6 pontos. O posicionamento do indicador segue abaixo da linha dos 50 pontos desde novembro de 2018 – indicando a manutenção da retração do mercado de trabalho.

A Sondagem Industrial do DF é realizada mensalmente pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) e pelo Instituto Euvaldo Lodi do DF (IEL-DF), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O último levantamento ocorreu na primeira quinzena de junho.

Sondagem da Indústria da Construção

A indústria da construção civil também apresentou aumento no nível de atividade. De abril para maio, o indicador passou de 51,3 para 52 pontos. Quando comparado com maio passado, o indicador aumentou 6,3 pontos.

Na passagem de maio para junho, as perspectivas para os seis meses seguintes foram mais positivas do que no período anterior. O indicador que mede essa percepção passou de 59,7 para 63,1 pontos.

Texto: Aline Roriz
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisa

banner indicadores

epilepsia fibra

banner pro site catalogo