Fibra apresenta portfólio de serviços para comitiva angolana

comitiva angolana corpomateria DSC3156

A Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) recebeu, na manhã desta sexta-feira (13/5), a delegação do Governo da Província Zaire da Angola, composta do vice-governador, Alberto Maria Sabino, e o diretor providencial da agricultura, Gouveia da Silva Pedro. O grupo, que veio à Brasília para a Feira Internacional dos Cerrados de agronegócios, aproveitou a visita para estabelecer contatos com autoridades e empresários brasileiros com vistas ao estabelecimento de parcerias, à atração de investimento e à prospecção de conhecimento.

Para compor a mesa do receptivo e enriquecer o diálogo dos países, foram convidadas a segunda secretária da Embaixada da República da Angola no Brasil, Elza Maria do Nascimento, e a secretária da Frente Parlamentar de Relações Internacionais da Câmara Legislativa do DF, Patrícia Zaponni. Na oportunidade, Patrícia Zaponni destacou a importância da paradiplomacia - estreitamento das Províncias do continente africano com o Distrito Federal.  “Eles estão buscando tecnologia para poder usar a mão de obra existente e as riquezas naturais como: pedras preciosas, as frutas e os alimentos. Então, na verdade, eles precisam de indústrias para o processamento dessas riquezas naturais disponíveis” afirma.

Pensando em fortalecer as relações entre DF e a Angola, o Sistema Fibra, por meio da Rede de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), apresentou o portfólio de atividades oferecidas pelos braços de força da casa: o Serviço Social da Indústria (Sesi), com a Educação corporativa - por acreditarem ser o meio propulsor para o desenvolvimento; o Ensino Fundamental; o Ensino Médio Articulado (EBEP); a Educação para Jovens e Adultos (EJA); projetos educacionais, como a Robótica, e o incentivo à liderança e ao empreendedorismo; além de soluções para a qualidade de vida dos funcionários e seus familiares,  por meio de Segurança e saúde do Trabalho; promoção à saúde; prática de esporte; alimentação saudável; responsabilidade social e cultura.

Sobre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), destacaram a importância da educação profissional e tecnológica; a inovação e a transferência de tecnologias industriais, como forma de contribuição para elevar a competitividade da indústria da cidade. Discorreram sobre os diversos formatos de cursos nas 20 áreas de conhecimentos oferecidas pelas unidades do Senai no Distrito Federal.

Já o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) foi apresentado como a Casa que trabalha a promoção e aperfeiçoamento da gestão; solução em inovação; capacitação empresarial e interação entre empresas e centros de conhecimentos. Além disso, é o IEL que faz a ponte dos estudantes para o mercado de trabalho por meio de estágios e do projeto Inova Talentos. O Sebrae também contou com representante que apresentou o papel institucional em prol do empreendedorismo e as atividades desenvolvidas para as micro e pequenas empresas.

O diretor-secretário da Fibra, Paulo Eduardo de Ávila e Silva, destacou a importância de fortalecer a parceria entre o DF e o Zaire, tendo em vista que a Província está em crescimento e necessitando de indústrias e capacitação de sua mão de obra. "Neste primeiro momento, a Fibra pode apoiar a Província do Zaire com capacitação e qualificação de pessoas, para quando empresas de qualquer lugar do mundo tiver interesse em investir na Província, eles tenham uma mão de obra qualificada". O diretor também ressaltou a necessidade da indústria local para a economia do país e deste tipo de parceria para preparar os empresários do Distrito Federal a ter relações com o comércio internacional. "Nós passamos a exercitar este tipo de troca. Nos aperfeiçoamos e estruturamos, não só a participar no mercado lá fora, mas também a receber a demanda que está vindo deles".

Alberto Maria Sabino, vice-governador do Zaire, destacou a potencialidade das terras na região, o que proporciona o cultivo de muitos produtos e sobre seu interesse de exploração no sentido comercial e industrial, no qual a Província acredita ser a base para alavancar o desenvolvimento econômico. “O Governo da Província do Zaire está interessado em estabelecer uma parceria estratégica com a Fibra, na medida em que oferecem várias áreas que nos interessam como a formação e a capacitação. O que nós queremos de fato é usar da melhor forma o setor produtivo da nossa Província”, completou o vice-governador.

Parceria Comercial

A Angola é grande parceira comercial e sempre está na pauta de exportações da nossa cidade, aparecendo entre os 10 primeiros importadores da capital federal. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), somente no primeiro quadrimestre de 2016, a Angola importou US$ 1 milhão do Distrito Federal. O Zaire conta com um Plano de Desenvolvimento e pretende promover investimentos nas seguintes áreas, que são as áreas representadas pela delegação: Indústria Petroquímica; Agricultura; Geologia e Minas; Pesca; Pecuária; Hotelaria e Turismo. O Zaire é uma das 18 Províncias da Angola e está situada ao norte, com uma superfície territorial de 40 mil quilômetros quadrados

 

Gabriela Soares
Assessoria de Imprensa
Federação das Indústria do Distrito Federal (Fibra)
Telefone: (61) 3362.6127
Fotos: Cristiano Costa / Sistema Fibra
 

Pesquisar

Processo Seletivo IEL - DF
Banner IEL - DF Vagas de emprego
Banner IEL - DF Vagas de estágio