Senai-DF forma turma do curso Agente de Recuperação de Resíduos

Formatura SLU FotoMoacirEvangelista 07062019 Cento e vinte e um catadores de materiais recicláveis receberam, na manhã desta sexta-feira, 7 de junho, os certificados de conclusão do curso Agente de Recuperação de Resíduos. Com 160 horas-aulas, a qualificação foi criada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF) para promover a inclusão socioprodutiva de pessoas que tiravam o sustento do Aterro Controlado do Jóquei, mais conhecido como Lixão da Estrutural, desativado no início do ano passado.

A cerimônia foi no auditório do campus da Estrutural do Instituto Federal de Brasília (IFB). Catadora há 23 anos, Maria Eneide Pereira, de 58 anos, é um dos concluintes. “No começo, não sabia se iria conseguir. Hoje estou muito bem formada e só tenho a agradecer a todos que acreditaram na gente”, disse a trabalhadora, convidada ao palco para dar seu depoimento. 

Formatura SLU FotoMoacirEvangelista 07062019O casal Maria Hilda Alves, de 41 anos, e Carlos Pereira da Cruz, de 49, também foi certificado pelo Senai-DF. “Aprendemos a trabalhar sem levar prejuízo e também a economizar e administrar o dinheiro”, destaca Maria Hilda. Carlos completa: “Minha vida mudou muito, aprendemos bastante. A gente não entendia de cooperativismo e agora tem esse conhecimento”.

A formação contou com sete módulos: cooperativismo, atitudes pessoais, segurança do trabalho e manutenção de equipamentos, gerenciamento de resíduos sólidos, noções de processos de produção, empreendedorismo e gestão administrativa e financeira. Os encontros foram semanais. Para 38 pessoas que atuam na gestão de cooperativas, foi realizado ainda um módulo inicial de informática básica, com 40 horas. As aulas ocorreram na Fábrica Social e em um centro de triagem de materiais recicláveis no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA).

Formatura SLU FotoMoacirEvangelista 07062019 7299Catadora de materiais recicláveis há mais de duas décadas, Edivanete Alves Nogueira, de 49 anos, estava em uma das primeiras fileiras do auditório do IFB na tarde de sexta. Ela trabalhava no lixão e, após o encerramento das atividades ali, passou a fazer parte de uma cooperativa. “Estou com uma emoção tão grande que nem sei explicar!”, disse, antes de receber o certificado. Ela conta que as aulas a ajudaram a entender sobre finanças e segurança no trabalho.

A formação para os catadores foi viabilizada por meio de um termo de cooperação entre o Sistema Fibra e o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Foram matriculados mais de 600 trabalhadores de oito cooperativas que têm contrato com o governo local, mas apenas 121 atingiram o mínimo de 75% de frequência para obtenção do certificado.

“Os módulos do curso permitem que esses trabalhadores se desenvolvam, além de contribuir para o meio ambiente nessa função tão importante”, ressalta o diretor regional do Senai-DF, Marco Secco.

Na formatura, o diretor-presidente do SLU, Felix Palazzo, relembrou o trabalho dos catadores nas ruas e no antigo aterro. “Vocês saíram do lixão, se organizaram e hoje são pequenos empresários em cooperativas: discutem o negócio de vocês e como aprimorar esse trabalho.”

Também participaram da solenidade representantes do IFB, da Secretaria de Desenvolvimento Social e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

Capacitação gratuita

O curso enquadra-se no Programa Senai de Gratuidade Regimental, que destina vagas a pessoas de baixa renda. O Decreto nº 6.635/2008 determina que o Senai destine o valor correspondente a dois terços da receita líquida da contribuição compulsória geral a vagas gratuitas em cursos e em programas de educação profissional.

Veja aqui a galeria de imagens.

Texto: Samira Pádua
Foto: Moacir Evangelista/Sistema Fibra
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisar

BOTAO SITE PARA OC

BANNER LATERAL IST

 Banner Unidades GAMA

Banner Unidades SOBRADINHO

Banner Unidades TAGUATINGA