Histórico

Na segunda metade da década de 1950, a criação e construção de Brasília atraíam aventureiros de todas as partes do país, muitos deles com pouca ou nenhuma qualificação profissional para a indústria. Para suprir essa carência, o Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial está na ativa, mesmo antes da criação da Federação das Indústrias. Nessa época, 1966, ligado ao Departamento Regional de Goiás, já era a maior instituição de formação profissional do País, sendo reconhecida mundialmente como a maior das Américas.

Sua atuação no Distrito Federal começou com a realização de cursos de capacitação e habilitação para adultos, através de convênios com o Ministério da Educação, a Fundação do Serviço Social e o então Banco Regional de Brasília – BRB. Em 1969, se dá a implantação do Serviço de Aprendizagem do Menor, na sede do Instituto Brasileiro de Educação Social – Ibes, com a oferta de cursos nas áreas de mecânica geral e marcenaria, complementando o ensino regular.

Em 1975, o Núcleo de Formação Profissional do Gama – implantado em 1972, em cooperação com a Fundação Gama – passa a funcionar em um galpão cedido pela Fundação do Serviço Social, contando então com instalações mais amplas e vindo, em 1980, a se tornar o Centro de Formação Profissional Rosevarte Alves de Souza. A desvinculação do Senai-DF com o estado de Goiás havia ocorrido em 1973, fato que possibilitou o crescimento mais intenso de sua rede física e capacidade de atuação, graças ao poder decisório mais próximo de seus clientes.

A existência efetiva do Senai-DF se dá no início de 1974, ano em que é iniciada a construção do Complexo de Ensino Técnico de Taguatinga. Ali foram implantados, em 1977, o Centro de Formação Profissional e o Centro de Tecnologia de Construção, bem como o Centro de Desenvolvimento de Pessoal, em 1979. A década de 1980 foi marcada pela inauguração do Edifício Sede do Senai, no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA), além do reconhecimento dos cursos ministrados nas unidades do Senai-DF, pelo Conselho de Educação do Distrito Federal e da implantação do Centro de Treinamento Hilton Pinheiro Mendes – Cetres, no Setor de Indústrias Gráficas, e da Agência de Treinamento da Ceilândia.

A trajetória de luta pela qualificação profissional do trabalhador da indústria continuou, na década de 1990, com o surgimento do Centro de Treinamento Salvador Avers – CTSA, oferecendo cursos na área da construção civil, em Samambaia; do Centro de Desenvolvimento Gerencial – Cedeg e do Centro de Informação e Assessoria Tecnológica – Ciat, ambos no Setor de Indústria e Abastecimento.

A missão do Senai-DF – contribuir para o fortalecimento da indústria e o desenvolvimento pleno e sustentável do País, promovendo a educação para o trabalho e a cidadania, a assistência técnica e tecnológica, a produção e disseminação de informação e a adequação, geração e difusão de tecnologia – deixa evidente o compromisso de atender e, mesmo, antecipar as necessidades de empreendedores e trabalhadores. Isso foi conseguido com a ampliação do conceito de educação profissional e dos objetivos institucionais através do tempo.

Além de contar com suas unidades físicas, como núcleos, agências e escolas, o Senai-DF é atuante em toda a cidade e na região do entorno, por meio de suas unidades móveis, cujas atividades tiveram início em 1979, oferecendo cursos de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Hoje, com sua posição de maior instituição de formação profissional do País totalmente consolidada, tendo atendido a mais de 350 mil jovens e adultos, apenas no Distrito Federal, o Senai-DF vai muito além da formação profissional, abrangendo a realização de cursos técnicos de interesse do trabalhador na indústria, workshops, seminários e cursos na área de segurança laboral, com o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.