Senai Taguatinga receberá inscritos no Fórum da Água

A Casa Popular Inteligente do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF), vencedora da Olimpíada do Conhecimento de 2016, e o Centro de Treinamento de Energia Solar vão integrar o roteiro de visitas técnicas do 8° Fórum Mundial da Água, que ocorrerá de 18 a 23 de março. Pela primeira vez, o maior evento global sobre o tema será no Hemisfério Sul, em Brasília.

casa popular inteligente senai dfAs duas estruturas ficam no Senai Taguatinga, que receberá os visitantes no dia 21. Alunos da unidade construíram a Casa Popular Inteligente em um contêiner com tecnologias de geração de energia elétrica, por meio de placas solares fotovoltaicas; de energia solar térmica, com coletor solar de aquecimento de água; e de reúso de água da chuva, que é captada pelo telhado, armazenada e filtrada em reservatório. O recurso pode ser reaproveitado no vaso sanitário, na irrigação do jardim ou na limpeza da área externa.

Com 40 metros quadrados, a casa tem sala, quarto, cozinha e banheiro. Os móveis foram construídos com madeira reciclada e com material de embalagens de UHT, como caixas de leite.

O Centro de Treinamento de Energia Solar, conhecido também como Casa Solar, funciona por meio de energia fotovoltaica. O projeto nasceu em 2010 e foi transformado em uma estrutura mais complexa seis anos depois. É usado para as aulas práticas de cursos de educação profissional da área de energia. Os alunos aprendem, por exemplo, sobre a manutenção de sistemas de aquecimento de água. O que sobra da energia gerada na Casa Solar também vai para a rede da Companhia Energética de Brasília (CEB). casa solar senai df

O 8° Fórum Mundial da Água ocorrerá de 18 a 23 de março, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Será dividido em três áreas: Expo, restrita a pessoas que pagaram pela inscrição, onde haverá sessões temáticas e um espaço de exposições para venda de produtos e de serviços; Feira, área gratuita onde empresas apresentarão o que pensam e fazem em prol da água; e Vila Cidadã, também de graça, com atividades interativas, exposições lúdicas, palestras, cinema e apresentações artísticas. Mesmo para as áreas gratuitas, é preciso fazer credenciamento. Pode ser na hora, mas, para evitar filas, o ideal é se cadastrar previamente pelo site.

Vagas limitadas

As visitas técnicas são restritas aos pagantes. O terceiro lote de inscrições  está disponível até o último dia da programação, 23 de março, sexta-feira.

Para participar das visitas, é preciso se inscrever no balcão de atendimento do Espaço Brasília da Expo a partir de domingo (18). A ida ao Senai Taguatinga, com 22 vagas, será em 21 de março, quarta-feira, às 14h. Eles poderão ver de perto as características e as soluções de reaproveitamento da água.

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) colocará à disposição transporte de ida e de volta, de graça. O ponto de partida será o estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, ao lado da Vila Cidadã – no totem de visitas técnicas. É necessário chegar 20 minutos antes da saída do ônibus para confirmar o cadastro.

Fórum Mundial da Água

Desde 1997, é realizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água, composto por representantes de governos, da academia, da sociedade civil, de empresas e de organizações não governamentais. O fórum tem a missão de promover a conscientização, de estabelecer compromissos políticos e de provocar ações em temas críticos relacionados à água.

A edição de Brasília deve reunir cerca de 40 mil cidadãos de 170 países. É organizada pelo Conselho Mundial da Água, pelo Ministério do Meio Ambiente, representado pela Agência Nacional das Águas, e pelo governo do Distrito Federal, representado pela Adasa. A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base é integrante do comitê organizador.

As sete edições anteriores foram em Marrakesh (Marrocos, 1997), Haia (Holanda, 2000), Kyoto (Japão, 2003), Cidade do México (México, 2006), Istambul (Turquia, 2009), Marselha (França, 2012) e Gyeongju e Daegu (Coreia do Sul, 2015).

Texto: Dayane dos Santos

Foto de capa: Moacir Evangelista/Sistema Fibra

Foto interna: Cristiano Costa/Sistema Fibra

Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra