Senai-DF oferece certificação profissional a quem não tem diploma

Antonio Guedes FotoMoacirEvangelista 4466

É comum encontrar profissionais com anos de experiência e conhecimento prático em determinada atividade, mas sem diploma ou certificado que ateste essa habilidade. Por falta de comprovação, o trabalhador pode perder a chance de conquistar uma vaga e até mesmo ser dispensado do emprego. Foi por isso que o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) criou a certificação profissional.

Por meio da certificação, o profissional consegue comprovar, com a credibilidade e a idoneidade do Senai, que detém as qualificações necessárias para exercer aquela atividade. Antonio Guedes da Silva, de 53 anos, obteve o certificado de Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão do Senai-DF em 2018. Ele já trabalhava havia alguns anos em uma rádio em Brasília quando uma auditoria interna lhe recomendou certificação na área. Em menos de um mês, ele conseguiu realizar todas as atividades da certificação do Senai e apresentar o certificado à empresa, que arcou com as despesas.

“Precisei ficar apenas um dia no Senai Taguatinga. De manhã, fiz a parte teórica, com plantas e cálculos na área de elétrica. À tarde, a prática. Após alguns dias, recebi o certificado pelo correio. Hoje tenho orgulho de mostrar a carteirinha do Senai e o documento que comprova minha profissão”, conta o eletricista.

São duas as formas de certificação profissional pelo Senai. Na certificação de pessoas, as avaliações são feitas com base na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e em padrões da profissão. A certificação de competências é baseada nos cursos oficiais que preparam esses profissionais.

A certificação de pessoas tem público-alvo diversificado, pois não há pré-requisitos de escolaridade. Exige-se somente que o candidato domine as habilidades estabelecidas para a ocupação. No caso da certificação de competências, é preciso que o interessado comprove a conclusão do Ensino Médio e que já tenha atuado na área por pelo menos dois anos.

Tanto os trabalhadores quanto as próprias empresas podem contratar o serviço de certificação profissional. Basta entrar em contato com o SAC do Sistema Fibra pelo telefone (61) 4042-6565. Saiba mais sobre as duas modalidades de certificação oferecidas pelo Senai-DF:

Certificação de pessoas

O Sistema Senai de Certificação de Pessoas avalia, reconhece e certifica profissionais, aumentando as chances de entrada no mercado de trabalho formal. A certificação faz o reconhecimento oficial das competências, independentemente da forma como foram adquiridas. Ao concluir o processo, que leva em média 15 dias, o trabalhador recebe um certificado de qualificação na área. A validade é de três a cinco anos, dependendo da ocupação.

No Distrito Federal, as certificações disponíveis são nas áreas de Agência de Viagens, Alimentos e Bebidas, Construção Civil, Hospitalidade, Meios de Hospedagem, Meios de Transporte e Vestuário.

Certificações Disponíveis no CEC/DF

Construção Civil

Pedreiro de Alvenaria de Vedação

Pedreiro de Alvenaria Estrutural

Encarregado de Pedreiro de Obras

Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão

Agência de Viagens

Agente de Viagens

Gerente de Agência de Viagens

Alimentos e Bebidas

Supervisor que Atua em Estabelecimento de Serviços de Alimentação – Segurança de Alimentos

Meios de Hospedagem

Gerente de Meios de Hospedagem

Chefe de Governança

Recepcionista em Função Polivalente

Recepcionista que Atua em Função Especializada

Meios de Transporte

Motorista de Taxi

Hospitalidade

Hospitalidade para Profissionais Operacionais

Hospitalidade para Supervisores e Gerentes

Vestuário

Costureiro Industrial do Vestuário – Segmento malha

Certificação de competências

Para essa modalidade de certificação, o Senai tem centros de exames para certificação (CECs) em várias partes do Brasil. No Distrito Federal, o CEC fica no Senai Taguatinga. É lá que são feitas as provas, que podem ser escritas, práticas ou ambas, de acordo com a ocupação.

O Senai-DF realiza a certificação de competências em qualquer um dos cursos técnicos e de qualificação das 19 áreas da indústria oferecidos pelas três escolas: Gama, Sobradinho e Taguatinga. Essa certificação não tem data de validade. Ao finalizar o processo, o profissional recebe um certificado, no caso de equivalência a curso de qualificação, ou um diploma, se o curso utilizado como referência for técnico.

No Distrito Federal, o CEC certificou desde março de 2010, quando foi inaugurado, 1.017 profissionais. Além de trabalhadores de Brasília, o número inclui pessoas de cidades como Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Joinville (SC), Manaus (AM), Marabá (PA), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP) e Vitória (ES). Isso acontece porque o trabalho do CEC está atrelado ao portfólio de cursos, que não é o mesmo em todos os departamentos regionais. Quando o número de interessados fora do DF justifica o deslocamento dos avaliadores, as provas podem ser feitas em outras cidades.

Texto: Aline Roriz
Foto: Moacir Evangelista/Sistema Fibra
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisar

BOTAO SITE PARA OC

BANNER LATERAL IST

 Banner Unidades GAMA

Banner Unidades SOBRADINHO

Banner Unidades TAGUATINGA