Sesi-DF começa 2018 com inovação e mudanças na proposta pedagógica

semana pedagogica sesi cigs 2018

O ano se inicia no Serviço Social da Indústria do Distrito Federal (Sesi-DF) com três palavras-chaves: mudança, inovação e transversalidade. Esses conceitos estão sendo reforçados com professores, assistentes e corpo técnico das três unidades da instituição (Gama, Sobradinho e Taguatinga). A Semana Pedagógica 2018 começou em 22 de janeiro e vai até sexta-feira, dia 26.

Neste ano, o foco das atividades é a nova proposta pedagógica dos centros de ensino. A mudança diz respeito, principalmente, ao sistema de avaliação, que deixou de ser em forma de ciclos de três anos para um esquema seriado. Antes, durante o ciclo, o jovem trabalhava sua formação e, ao final, tinha de estar com as competências sedimentadas. A mudança vai facilitar o relacionamento da escola com os alunos. Agora, o ensino será em séries, modelo utilizado pela Secretaria de Educação do DF.

“Essas mudanças estão muito pautadas na inovação, que nada mais é do que fazer o novo gerando um valor. Queremos tornar a educação básica, desde os primeiros anos, alicerce para a formação profissional do futuro que nossa indústria tanto precisa ter”, explica a diretora de Operações do Sesi-DF, Gricélia Melo.

Além da alteração na proposta pedagógica, o Sesi-DF vai implementar plenamente três projetos em 2018, que já vinham sendo experimentados em casos pontuais. O primeiro é o Programa de Atividades Integradas (PAI), que complementa o ensino básico com atividades esportivas, culturais e musicais, oficinas diversificadas e monitoria pedagógica no contraturno. O Programa de Atuação da Psicologia Escolar (Papes) foca a parte psicológica de alunos e de profissionais da instituição. O Programa de Melhoria do Ensino e Aprendizagem (Programe), por sua vez, é o grande propulsor das mudanças da educação em 2018, pois envolve todos os processos pedagógicos das três escolas.

“Nós vamos ter a educação 360° no Sesi-DF com ainda mais aperfeiçoamento. Vamos ter, por exemplo, o uso das tecnologias educacionais de forma intensa, com a capacitação de todos os docentes; vamos reforçar nosso trabalho com conceitos de empreendedorismo, por meio de novas parcerias com entidades como o Sebrae; e vamos trabalhar a robótica de forma ainda mais transversal, envolvendo mais disciplinas”, enumera Gricélia Melo.

Abertura

Para tratar da importância da inovação na sala de aula, a abertura da Semana Pedagógica 2018 do Sesi-DF foi feita pela professora de Empreendedorismo e Inovação da Universidade de Brasília (UnB) Cristina Castro-Lucas. Ela destacou que os professores precisam se reinventar diariamente, uma vez que lidam com jovens que assim o fazem todos os dias. “O professor precisa ser aluno e entender as necessidades do outro lado, senão é uma postura muito cômoda, que não combina mais com a nova geração. As revoluções existem o tempo inteiro para que a sociedade se reorganize”, disse.

A professora falou ainda sobre a revolução tecnológica por que o mundo tem passado nos últimos anos e o fato de isso ser irreversível. Essa constatação foi confirmada pelo gerente de Tecnologia do Sistema Fibra, Arioston Cerqueira, que também participou da semana pedagógica. “A tecnologia entra para se somar a essa criatividade dos professores e é um instrumento que pode fazer a diferença para tornar o Sesi cada vez mais competitivo no mercado de educação do Distrito Federal”, explicou. As unidades do Sesi-DF agora contamcom computadores mais modernos, equipados com as ferramentas da Microsoft 365, além de estarem adaptadas com ferramentas de videoconferência – o que vai facilitar o trabalho em rede e a transversalidade.

A semana pedagógica tem a participação de professores, assistentes, monitores, equipe técnica, porteiros, agentes patrimoniais, brigadistas e funcionários das secretarias escolares. O objetivo é fortalecer os conhecimentos de todos no que diz respeito ao atendimento ao cliente, à rotina escolar, à gestão de tempo, à legislação referentes a atividades escolares e ao portal da Rede Sesi de Educação.

Texto: Aline Reis
Foto: Helio Montferre/Sistema Fibra
Assessoria de imprensa do Serviço Social da Indústria do Distrito Federal (Sesi-DF)