Três equipes de robótica do Sesi-DF vão a competições internacionais

fll robotica equipes sesi df nacional

Desde 2018, crianças e adolescentes de diversas partes do mundo, organizados em equipes, trabalham em projetos de robótica relacionados aos desafios enfrentados por astronautas em longas missões ao espaço. Os que saíram vencedores de competições regionais e nacionais agora se preparam para cumprir desafios em torneios internacionais da First Lego League (FLL) em várias partes do mundo.

Três dessas equipes são de Brasília, formadas por alunos e ex-alunos do Serviço Social da Indústria do Distrito Federal (Sesi-DF). No Torneio Sesi de Robótica, em março, no Rio de Janeiro, a Albatroid, do Sesi Taguatinga, conquistou uma das duas vagas para o Aberto da Ásia, em Sydney, na Austrália, de 4 a 7 de julho. A Lego of Olympus, do Sesi Gama, teve premiação dupla. Recebeu o troféu de melhor trabalho em equipe e se classificou para o Torneio de West Virginia, nos Estados Unidos, que será de 12 a 14 de julho. A Legofield ficou com uma das suplências e foi convocada para o Aberto Internacional Plan Ceibal, em Montevidéu, no Uruguai, que será de 30 de maio a 1º de junho.

Os jovens da Albatroid buscaram soluções relacionadas aos transtornos psicológicos sofridos por astronautas durante missões espaciais de longa duração. Eles apresentaram um capacete que utiliza terapias alternativas, como a cromoterapia, a musicoterapia e a reflexoterapia, para aliviar o estresse pelo estímulo de áreas específicas do corpo humano.

O projeto da Lego of Olympus consiste em buscar formas de melhorar a qualidade do sono dos astronautas. A solução apresentada foi adaptar os colchões utilizados nas viagens com uma esteira vibratória e com uma manta térmica, a fim de ajudá-los a alcançar o sono com maior facilidade.

A ideia da Legofield é que, por meio de um relógio de pulso usado pelo astronauta e de um aplicativo de celular, seja possível identificar grandes alterações na frequência cardíaca e tocar automaticamente a música indicada para cada situação.

O projeto da FLL propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia Lego. Reunidos em times de dois a dez integrantes, os jovens usam a imaginação e a criatividade para buscar soluções inovadoras que contribuam para um mundo melhor. As equipes de robótica são avaliadas pelo projeto de pesquisa, pelo design do robô, pela programação deste na execução de desafios e pelo cumprimento dos valores éticos da competição, como espírito de equipe e respeito aos outros times.

Robótica no Sesi-DF

O Sesi-DF oferece a todos os alunos do 5º ano ao Ensino Médio a Educação Tecnológica. São aulas que estimulam o interesse dos jovens por áreas como Química, Física, Matemática, Engenharias e Novas Tecnologias. Durante esses encontros, as crianças e os adolescentes aprendem brincando, por meio de uma forma de ensino inovadora. O Sesi-DF oferece educação básica do Ensino Fundamental ao Médio nas escolas do Gama e de Taguatinga; na unidade de Sobradinho, há apenas o Ensino Médio. Para outras informações, entre em contato pelo telefone (61) 4042-6565.

[ATUALIZAÇÃO: 10/5, às 11h30 – inclusão da data do torneio do Uruguai.]

Texto: Aline Roriz
Foto: Aline Roriz/Sistema Fibra
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisar

vira vida botao site

SESI Botao Sesi lazer e esporte 240x200px