IEL-DF está nas ruas entrevistando cidadãos para a Pdad

Infraestrutura, acessibilidade, moradia, renda e escolaridade são temas do questionário da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad). O objetivo é colher informações de moradores das 31 regiões administrativas para orientar o planejamento de investimentos e a elaboração de políticas públicas. A realização é da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e do Instituto Euvaldo Lodi do DF (IEL-DF). A Pdad é feita desde 2004.

A pesquisa traçará o perfil das regiões administrativas, por meio de entrevistas com mais de 28 mil moradores de Brasília. O último levantamento foi feito em 2015. A escolha das residências a ser visitadas neste ano foi feita com base em um sorteio com dados dos sistemas da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e da Companhia Energética de Brasília (CEB).

Desde março, 25 agentes de pesquisa contratados pelo IEL-DF percorrem as ruas da capital uniformizados com colete amarelo com as marcas da Codeplan e do IEL-DF e com o questionário digital em mãos para entrevistar moradores das residências selecionadas. “O mapeamento pontua a situação e a problemática de cada região administrativa, o que futuramente vai facilitar a resolução dos problemas”, diz Kátia Medeiros, agente de pesquisa.

Os profissionais trabalham de segunda-feira a sábado, normalmente das 9 às 18 horas. Se necessário, poderá haver equipes nas ruas até as 21 horas e plantões aos domingos, para atender a situações específicas, como retornar a um domicílio, caso o morador solicite.

É a primeira vez que o formulário usado por agentes de pesquisa da Pdad é digital. O sistema possibilita, por exemplo, que o agente gere um novo endereço de entrevista quando houver recusa em participar da pesquisa ou quando o morador não for encontrado.

pdad 2018 iel df codeplan

O trabalho de campo é coordenado por um supervisor do IEL-DF, que distribui os endereços e acompanha os pesquisadores. “A Pdad também vai auxiliar os pequenos empresários no estudo de mercado, definindo a localização em que pretendem se instalar e o perfil do público, entre outros aspectos”, explica o supervisor Rodrigo de Andrade.

Os agentes de pesquisa já concluíram a Pdad no Gama, no Núcleo Bandeirante, em Ceilândia, em Samambaia, em Santa Maria, no Recanto das Emas, no Riacho Fundo, na Candangolândia e no Varjão. As entrevistas no Plano Piloto, em Brazlândia, em Sobradinho, no Cruzeiro e no Itapoã estão em andamento.

Após a coleta dos dados, o IEL-DF compilará as informações e as formatará em tabelas. O conteúdo integrará documentos com os dados de cada região e do DF como um todo. Os pesquisadores da Codeplan são os responsáveis pela checagem, pelo controle de qualidade, pela análise e pela divulgação dos dados.

“Espero que a pesquisa tenha resultados efetivos para população. É bom que os órgãos públicos tenham acesso à opinião do povo sobre os serviços, como a saúde”, diz o segurança Felipe de Amorim, de 22 anos, morador de Brazlândia entrevistado para a Pdad 2018.

Dúvidas

Os moradores que quiserem confirmar as informações e os questionamentos feitos pelos agentes de pesquisa podem tirar dúvidas pelos números (61) 3403-0887 ou 3342-2272.

Os pesquisadores ainda vão visitar Águas Claras, Estrutural, Fercal, Guará, Jardim Botânico, Lago Norte, Lago Sul, Octogonal, Paranoá, Park Way, Planaltina, São Sebastião, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Sudoeste, Taguatinga e Vicente Pires.

Veja mais imagens da pesquisa no link.

Texto: Dayane dos Santos
Foto: Moacir Evangelista/Sistema Fibra
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisar

Processo Seletivo IEL - DF
Banner IEL - DF Vagas de emprego
Banner IEL - DF Vagas de estágio