Sua empresa está pronta para a era 4.0?

A quarta revolução industrial – marcada pelo uso de tecnologias digitais – vem transformando a produção industrial com novos processos, produtos e modelos de negócios e deixará os sistemas convencionais de produção aos poucos para trás. É um movimento universal a que todas as empresas, independentemente do porte e do setor de atuação, precisarão se adaptar se quiserem permanecer competitivas.

Para que você avalie em que estágio tecnológico está a sua empresa e identifique o que precisa ser feito rumo à transformação digital, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) lançou em março uma plataforma que realiza esse diagnóstico online e sem custo. A avaliação de maturidade de qualquer indústria pode ser feita pela plataforma Senai 4.0: senai40.com.br.

A avaliação de maturidade foi desenvolvida pelo Senai em parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica e com o Instituto Fraunhofer para identificar a realidade e as necessidades de cada organização e facilitar a construção de um plano de ação para a produção 4.0. “É preciso ver este momento como uma grande oportunidade de tornar o setor industrial mais produtivo, inovador e competitivo. E o Senai está pronto para ajudar os empresários. Processos mais ágeis representam maior produtividade, que, por sua vez, se reflete em maior ganho, investimento e mais empregos”, explica Alessandra Machado, coordenadora de Serviços de Tecnologia e Inovação do Senai-DF.

A avaliação servirá de base para a elaboração de um plano individualizado de inserção na indústria 4.0. A avaliação de maturidade e o plano de evolução tecnológica são gratuitos para empresas industriais de todos os portes e setores. Em Brasília, a indústria Brasgelo realizou a avaliação, identificou o que precisava mudar e foi atrás do Senai para contratar consultorias que ajudassem nessa evolução. “O que me incentivou a buscar a 4.0 foi a competitividade e o surgimento de novas tecnologias, não queríamos ficar de fora. Queremos oferecer produtos de qualidade e competitivos, e para isso precisamos adotar esse modelo de indústria”, explica Felipe da Costa Paulino, sócio e gerente administrativo da Brasgelo. Segundo Paulino, ainda não foi possível ver a 4.0 na prática, pois fizeram a avaliação há cerca de três meses e, agora, estão na fase de planejamento.

A plataforma

A avaliação de maturidade é pautada em três dimensões: Estratégia e Organização; Manufatura e Cadeia de Suprimentos; e Modelo de Negócio, Produtos e Serviços. Depois de preencher o formulário e responder a algumas perguntas relacionadas à implantação da indústria 4.0, é emitido um relatório, que contém as descrições da empresa em relação às dimensões analisadas e inclui os resultados na comparação a outras indústrias em níveis nacional e regional e do mesmo setor produtivo. Por fim, o relatório pontua as soluções e competências que melhor se encaixam no perfil da empresa. O Senai auxilia na validação dos resultados e elabora um roadmap (mapa do planejamento) para atingir as metas estabelecidas.

O Senai convida a empresa a seguir cinco passos que julga fundamentais: otimização, em que a indústria deve aperfeiçoar os processos produtivos; sensoriamento e conectividade, momento de requalificar trabalhadores e gestores; visibilidade e transparência, pois a inserção na indústria 4.0 deve se iniciar por tecnologias já disponíveis e de baixo custo; a capacidade preditiva por meio de investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação; e adaptabilidade e flexibilidade, por meio de sistemas e tecnologias que têm capacidade de identificar e resolver problemas e respondê-los de forma flexível (veja ilustração abaixo).

avaliacao maturidade

Para tirar qualquer dúvida sobre o processo de inserção da indústria 4.0, entre em contato com o Senai pelo Serviço de Atendimento ao Cliente do Sistema Fibra: (61) 4042-6565.

Qualificação

O Senai oferece ainda um curso online gratuito de aperfeiçoamento chamado Desvendando a Indústria 4.0, com conhecimentos sobre o conjunto de tecnologias que possibilitam a indústria a evoluir e a se tornar mais ágil e produtiva. A carga horária é de 20 horas-aulas. O objetivo é apresentar a indústria 4.0, propiciando ao aluno a introdução ao tema e a obtenção da base conceitual das tecnologias habilitadoras que suportam todas as novidades relacionadas ao tema. Acesse o portal https://ead.senaidf.org.br/ e inscreva-se.

A indústria 4.0

É a nova fronteira da produção industrial e tornará a forma como se produz hoje obsoleta. Nesse modelo, tecnologias ganham maior integração e há uma fusão entre os mundos físico e virtual, criando sistemas chamados ciberfísicos. A principal diferença em relação às demais revoluções industriais está na velocidade das transformações produzidas pela digitalização.

As principais tecnologias envolvidas são: internet das coisas, robótica avançada, impressão 3D, manufatura híbrida, big data, computação em nuvem, inteligência artificial e sistemas de simulação virtual. A combinação entre as tecnologias abre um leque inédito de possibilidades, novos negócios e solução de antigos problemas, como acesso remoto à saúde, cidades inteligentes, mobilidade urbana e geração de energia a partir de novas fontes.

Texto: Aline Roriz, com informações da Agência CNI de Notícias
Foto: Victor Hugo Pessoa
Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra

Pesquisar

BOTAO SITE PARA OC

BANNER LATERAL IST

 Banner Unidades GAMA

Banner Unidades SOBRADINHO

Banner Unidades TAGUATINGA